Deusas e Espíritos da Natureza Guarani


(fonte imagem: https://www.filosofiaesoterica.com/a-sabedoria-ecologica-dos-indigenas/)


Começa aqui um trabalho muito importante de apoio à natureza e a todas as forças que a mantém e que, portanto, são responsáveis pela vida de todos os seres que habitam o planeta Terra.

Na cosmovisão Guarani, em suas narrativas históricas e simbólicas e no seu cotidiano, há uma intensa troca com seres de outras dimensões: deuses, deusas e espíritos da natureza. Todos responsáveis por tecer as formas, em diferentes graus, e manifestar a vida terrena em harmonia. Quando qualquer um destes sábios seres adoece, enfraquece ou desaparece, a Terra se desequilibra e a vida saudável se vai.

As deusas não são separadas dos deuses. O Feminino e o Masculino formam, através da sua dança, o movimento contínuo de vida. Vamos iniciar trabalhando com as deusas e alguns espíritos da natureza, por entender que é, somente, a partir do desenvolvimento da sensibilidade dentro de homens e mulheres que poderemos restabelecer esta dança vital.


Cada deusa rege uma espécie de portal ligado a uma das 8 direções sagradas, e tantas outras, e cada frequência vinda destas direções conta com a ajuda de espíritos da natureza, que por sua vez possuem muitos seres que auxiliam na formação, desenvolvimento e manutenção da vida.

Quando um destes seres é extinto, parte da manifestação não acontece e um grande desequilíbrio vai surgindo em cada etapa deste tecer. É isto o que vemos hoje: muitas espécies de animais, vegetais e minerais estão deixando nosso planeta, por descuido e desrespeito humano. Também não honramos mais os espíritos que animam estes irmãos de outros reinos e, praticamente, desconhecemos as deusas e deuses que inspiram toda esta formação.


Com responsabilidade e gratidão estamos trabalhando com bonecas de pano e com uma linha de acessórios para auxiliar no nosso entendimento e conexão amorosa com as deusas e os espíritos da natureza, que tem se apresentado à Djatchuká (Celita Antunes), liderança feminina, conhecedora das ervas e mantenedora de ensinamentos da aldeia Guarani Nhandeva: Yynn Moroti Wherá, de Biguaçú/SC.


Eu, Débora Dalsasso, confecciono as bonecas de pano Tihu a partir dos ensinamentos passados pela Djatchuká. Ela tece tiaras e adornos para a Tihu, com base nos grafismos e nas narrativas passadas de geração para geração, perpetuando e nos ensinando sobre a sabedoria Guarani. Sua filha, Takua (Aline Antunes) desenha as deusas e os espíritos da natureza, auxiliando no processo de criação. E as artesãs da aldeia desenvolvem, com a coordenação de Michele Laforga, acessórios (colares, brincos, pulseiras, tiaras e afins) fortalecendo a nossa proximidade com estes ajudantes da Mãe Natureza.


Ao cuidar das bonecas com suas simbologias e ao adornarmos, a nós ou nossas casas, com grafismos, cores, simbologias, desenhos Guarani ligados a esta “equipe” de deusas e espíritos da natureza, nos tornamos participantes ativos na manutenção da vida saudável!


A COLEÇÃO DEUSAS E ESPÍRITOS DA NATUREZA GUARANI é formada por duas Linhas:

LINHA DEUSAS: fortalecem simbolicamente o contato com a energia das Senhoras das 8 Direções e de vários "portais" que permeiam os mundos.

LINHA ESPÍRITOS DA NATUREZA: fortalecem simbolicamente o contato com a energia dos Espíritos da Natureza com toda a sua diversidade de "trabalhadores", presentes nos reinos Mineral, Vegetal e Animal.


Aos poucos vamos compartilhando cada boneca e cada adorno que se apresenta.

Seja bem-vinda(o) a este mundo encantado!

instagram artesanato Guarani: @yvypotyguarani

instagram bonecas: @tihu_bonecasdepano

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo