O inverno é regido pela Água.

A madeira (plantas, verde, madeira, cestarias, formas alongadas, etc) se alimenta da Água e desgasta seu excesso.

O Fogo (lareira, fogão á lenha, formas de triângulos e estrelas, cores vermelho, rosa ou laranja vibrante, etc) é apagado pela Água, e aquece o ambiente.

Inverno - Regido pela Água

 

Inverno é o período em que os movimentos externos cedem lugar à profunda interiorização. É o momento de mergulhar dentro de nós mesmos, de ouvir nossa verdade interna. Mergulho que nos permite conectar com nossos dons e alinhar à nossa essência.

Inverno - Interiorização

 

 

Mergulho em águas claras e mansas ou turbulentas e agitadas. Ambas nos encaminham para um fluir tranquilo, como a imagem de um rio sinuoso que segue seu rumo, contornando obstáculos e cumprindo seus objetivos. As Águas fortalecem nossa sensibilidade e potencializam nossas emoções!

Mergulho nas Águas

 

 

Muitas vezes, precisamos de um pouco de Fogo para aquecer um coração resfriado, para derreter “mágoas” (segundo kaká werá Jecupé: “má água”).

Esse Fogo tão poderoso, ancorado em nossas casas, nas lareiras, fogão à lenha, fogo de chão e até nas fogueiras de São João, trazem a força de nossa presença Divina.

Lembrando que a Luz está presente, mesmo nos dias mais escuros, nos mergulhos mais profundos e na turbulência mais pesada.

Inverno - Aquecer com Fogo