“Conforme Manley P. Hall escreve em seu livro Unseen Forces, “os quatro elementos são a base dos quatro elementos materiais físicos – Terra, Fogo, Ar e Água –, assim como também são a vida que há por trás deles’.”  Veja o primeiro texto da série, Os 5 Elementos: Fogo, Terra, Ar, Água e Madeira.

Anteriormente, falamos nos elementos Fogo, Terra e Ar. Agora, vamos conhecer o elemento Água.

 

ÁGUA

Qualidade:

É o sentir; sensibilidade psíquica. Não tem solidez ou forma própria.

Está ligado ao reino da emoção profunda, reações de sentimento. Dá sentimento às ideias, desenvolvendo a sensibilidade.

A consciência é enraizada em seus sentimentos. A motivação está nos anseios emocionais mais profundos.

Ajuda a preservar a vida, entrando no sentimento do outro.

Há necessidade de envolvimento emocional intenso com qualquer coisa que se esteja fazendo.

 

Força:

A força do elemento pulsa nas águas do mar, da chuva, dos rios, dos lagos, nos líquidos e em tudo o que transpira sensibilidade. Também é traduzida pelas formas sinuosas e fluídas, pelas transparências e tons de azul, além do preto e do roxo, que trazem a profundidade desse elemento, bem como por temas que envolvam água ¬– mar, rio, cachoeiras, chuvas, motivos marinhos, paisagens de lago – e objetos como aquários, fontes, águas ou outros líquidos, vidros e transparências. Sempre dando atenção especial à sensibilidade!

 

Cura do espaço:

São ambientes que permitem tanto o relaxamento e o descanso quanto o mergulho interior profundo.

 

Cura pessoal:

Lidar com a água, banhos de mar, de cachoeira, esportes náuticos-aquáticos. Usar preto, tons de azul e roxo, além das transparências. Buscar movimentos sinuosos e fluídos.