Em 2009, aprendi com o arquiteto Carlos Solano a fazer água de flores para usar na limpeza da casa, e, desde então, tem sido uma experiência muito agradável preparar esses lindos vidros repletos de beleza, simplicidade e sensibilidade!

Que tal passar por essa experiência?

Além de propiciar o contato prazeroso com flores e ervas, você pode criar lindos presentes, cuidar da harmonia dos ambientes e, ainda, reutilizar vidros de sucos e conservas.

Siga os 7 passos abaixo para fazer sua água de flores:

 

1. Vidros:

Reserve alguns vidros, limpe -os bem e tire os rótulos. Escolha formas variadas, veja a beleza e as possibilidades que cada um traz.

 

2. Escolha das Plantas:

Escolha flores, ervas e ramos de plantas de seu jardim (ou aproveite para dar um passeio em locais onde eles estejam disponíveis).

Lembre-se de colhê-los com carinho a gratidão!

 

3. Coloque as plantas nos vidros:

Distribua as plantas colhidas nos vidros com água mineral e um pouco de álcool de cereais (comprado em farmácias).

Observação: as plantas precisam estar submersas, pois apodrecem facilmente.

Atenção: 1/4 ou 1/5 deve ser de álcool.

 

4. Acrescente Óleo Essencial:

Acrescente gotinhas de óleo essencial (três, quatro, nove…, quantas sentir que perfumam, conforme o tamanho do vidro) para dar o aroma e vibrar na frequência desejada.

Observação: óleo essencial é diferente de essência. O primeiro é natural, traz a força da planta e o aroma é inigualável! Os valores variam de óleo para óleo.

Algumas sugestões de uso:

  • Alecrim: estimulante, alegre, vital
  • Citronela: repelente
  • Cravo: proteção
  • Eucalipto: limpeza, descongestionante
  • Gerânio: confortante, amoroso
  • Laranja: equilíbrio, alegria
  • Lavanda: relaxante, harmonioso
  • Lemongrass: estimulante
  • Melaleuca: proteção
  • Menta: refrescante, libera, ativa
  • Ylang-ylang: sensualidade

 

5. Dê um toque Especial:

Coloque uma pedra, conchinhas… dentro dos vidros também! Traga, com carinho, a memória do reino mineral e animal para dentro das soluções.

 

6. Deixe descansar:

Deixe os vidros abertos (5, 10 ou 15 minutos), pegando um pouco de sol (cuidado para não evaporar todo o álcool) ou, se preferir, exponha-os à lua ou à chuva.

 

7. Feche e Decore:

Em seguida, feche-os e decore como quiser! A criatividade pode fluir, a intuição está aguçada!

E estão prontos para serem usados!

 

Como usar a água de flores?

Coloque um pouco dessa solução dentro de um balde com água e passe no chão da sua casa ou no ambiente de trabalho. Se houver carinho e boa intenção na preparação da água de flores, com certeza a força dos elementos vai colaborar com a manutenção dos espaços, criando um “ar” de bem-estar e harmonia. (Lembre-se que tem um pouco de álcool, então, se usar na limpeza de mobiliários ou pisos de madeira, faça com cuidado para não estragá-los!)

Experimente dar de presente. Não tem quem não se sensibilize com um gesto tão simples e delicado!

As águas liberam e as flores suavizam os corações! Os ambientes agradecem pelo carinho e os elementos que mantêm a vida são alimentados com as memórias e intenções trabalhadas nessa solução natural!

Incentivar o uso de produtos naturais e artesanais, feitos com cuidado e boa intenção, envolvidos de beleza e simplicidade, é uma das propostas do sistema Ambá Ÿu.

Deixe a sua percepção aflorar e a intuição guiar essa prática de bem viver!